Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Acordem as Guitarras

19 Abril, 2013 a 31 Maio, 2013

img

O Museu do Fado inaugurou, a 19 de Abril de 2013 a exposição temporária “Acordem as Guitarras” consagrada à Guitarra Portuguesa. 

A partir da colecção “Tudo Isto É…”, conceptualizada e produzida pela Malabar, o Museu do Fado expõe 16 guitarras portuguesas recriadas por outros tantos artistas: Siza Vieira, Ana Vidigal, Catarina Pestana, Eugénio Campos, Fabrizio Matos, Isaque Pinheiro, João Leonardo, João Vale, José Cardoso, Manuel Vieira, Marco Sousa, Miguel Januário, Nini Andrade Silva, Sara Maia, Sofia Leitão e Alexandre Farto aka Vhils.

A Malabar ousou desafiar 16 artistas portugueses consagrados a expressarem-se numa tela diferente: a Guitarra Portuguesa. A relevância e intemporalidade do tema – o Fado – captam a nossa atenção e potenciam o nosso instinto de arriscar e surpreender.

Um projeto com massa crítica que reinventa uma peça de excelência, quer pelo seu método de produção artesanal, quer pelo seu design, e aposta no reconhecimento de um ícone verdadeiramente português.

A linha de produtos “Tudo Isto é…” é definida pela construção de guitarras portugueses a partir de métodos tradicionais. A coleção de autor reúne peças únicas de 16 artistas convidados, com total liberdade de criação.

Cigarra Portuguesa, Sara Maia; Foto: José Frade | Museu do Fado

Ao Fado Destinado, Miguel Januário; Foto: José Frade | Museu do Fado

Movimento Perpétuo, Alexandre Farto/ Vhils; Foto: José Frade | Museu do Fado

Uma Mulher com Uma Guitarra, Sofia Leitão; Foto: José Frade | Museu do Fado

Tudo Isto É... FFF (Fé, Fado e Futebol), Eugénio Campos; Foto: José Frade | Museu do Fado

Enxergar no Escuro, José Cardoso; Foto: José Frade | Museu do Fado

Tributo a Carlos Paredes, Catarina Pestana; Foto: José Frade | Museu do Fado

Guitarra do Embuçado, Fabrízio Matos; Foto: José Frade | Museu do Fado