Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Conheça melhor:

Lúcio Bamond

(07 Fevereiro, 1954)

Lúcio Bamond era ainda bastante jovem quando se apaixonou pelo Fado.

Nasceu a 7 de Fevereiro de 1954, na Maternidade Alfredo Costa e foi criado com os seus avós até aos 12 anos, em Alcáçovas, Viana do Alentejo.

Aos 13 anos de idade mudou-se para Cascais e, três anos depois, foi viver com o pai para Paris. Fez os seus estudos na Alliance Française e começou a cantar, profissionalmente, aos 17 anos, no Restaurante Ribatejo, propriedade do pai da cantora luso-francesa Marie Myriam, regressando a Cascais um ano depois.

Hoje, com mais de quarenta anos de carreira artística, continua a cantar com um timbre e estilo muito próprio, que o distingue de outros fadistas. Sobre essa voz, o cronista Carlos de Castro pronunciou-se, um dia, desta maneira: "Ouvi ontem o Lúcio... Que timbre de voz perfeito..."

Lúcio Bamond cantou, nos anos 70, em todas as casas de Fado da zona de Cascais, que tanto divulgaram o Fado nessa época, destacando-se o "Arreda", "Estribo", "Forte Dom Rodrigo", "Galito", "Kopus Bar" e o "Tabuínhas".

Nos anos 80 foi até Lisboa para cantar n' "O Faia" ao lado de Maria Albertina, Tilla Maria e Maria da Luz. Seguiu-se "A Severa", com Ada de Castro, Arminda da Conceição, Lina Santos e a "Tia Ló",em Alfama, juntamente com Tony de Matos, Lídia Ribeiro, Julieta Brigue, José Pracana e Carlos Zel.

No "Painel do Fado", actuou com fadistas como Beatriz da Conceição, João Casanova e Maria José Valério, tendo, posteriormente, feito parte do elenco da "Taverna d'El Rey", em Alfama, que contava com Maria Jôjô, Lídia Ribeiro e Natalino de Jesus.

Lúcio foi também gerente do "Novital", propriedade de Nuno da Câmara Pereira e, simultaneamente, actuava neste espaço juntamente com Teresa Tarouca, José Manuel Barreto e Maria Mendes.

A par das casas de Fado, Lúcio Bamond actuou também em vários cruzeiros pelo Mediterrâneo, com Camané, Maria de Lurdes Resende e Tó Leal.

A sua carreira internacional levou-o a diferentes países, como Suíça, Espanha, Alemanha, Turquia, Grécia, Holanda, Tunísia, Itália, Bulgária, Ucrânia, Brasil (Rio de Janeiro, São Paulo e Maringá), Venezuela (Caracas, Puerto la Cruz e Maracay)...

Em 2011, comemorou os 40 anos de carreira com um concerto especial no Casino de Montreux, Suíça, tendo aproveitado a data para apresentar o seu disco "O Meu Fado Cúmplice", que havia sido lançado no ano anterior. Neste espectáculo contou com os músicos Armando Santos (guitarra portuguesa), Carlos Nogueira (viola) e Carlos Matias (viola baixo).

A sua discografia é vasta e variada. Ao longo de mais de 40 anos, Lúcio gravou vários singles, EPs, LPs e CDs e podemos encontrar a sua música em compilações como "Fado Capital - A Essência Do Fado De A a Z" e "Original Fado de Lisboa", ambos da editora Ovação.

 

Fonte:

http://luciobamond.yolasite.com/

https://www.rtp.pt/noticias/cultura/fadista-lucio-bamond-celebra-40-anos-de-carreira-em-montreux_n450621

http://www.ovacao.pt/catalog?q=lucio+bamond