Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Conheça melhor:

José Carvalhinho

(21 Janeiro, 1951 - 21 Março, 2018)

Filho do virtuoso guitarrista Francisco Carvalhinho, José Carvalhinho cedo descobriu o gosto pela viola de Fado.

Aos 15 anos, começou a tocar na Casa de Fados “A Tipóia”, em Lisboa, acompanhando Casimiro Ramos e, posteriormente, o seu pai, a quem deve muito do seu saber.

Passou por algumas das Casas de Fado mais icónicas da cidade, como o “Luso”, “Marquês da Sé” e “Esquina de Alfama”.

Ao longo da sua vida, acompanhou inúmeros artistas, como Vasco Rafael, Maria da Nazaré, Liana, Fernanda Maria, Fernando Farinha, António Mourão, Gonçalo Salgueiro, entre muitos outros, tendo feito também parte do leque de músicos da Grande Noite do Fado, no Coliseu de Lisboa, ao lado de Edgar Nogueira.

Na televisão, foi músico residente do “Passeio dos Alegres”, apresentado por Júlio Isidro, na RTP.

A vasta carreira de José Carvalhinho não se cingiu somente às casas de Fado. Foi director do musical “Amália”, de Filipe La Féria, durante nove anos e, para além disso, o músico foi também referência para as novas gerações de fadistas e instrumentistas, deixando nos seus discípulos a marca indelével de uma técnica apurada e grande conhecimento musical.

Faleceu a 21 de Março de 2018.

 

Fonte:

https://www.dn.pt/lusa/morreu-o-musico-jose-carvalhinho-de-67-anos-9205360.html

 

 

José Carvalhinho

José Carvalhinho com Edgar Nogueira, 2001

Fernando Maurício, Arménio de Melo, Edgar Nogueira e José Carvalhinho, Coliseu, 2001