Ao utilizar este site, concorda com o uso de cookies de acordo com a nossa Política de Cookies.

concordo

Frederico Valério

21 Novembro, 2013 a 31 Dezembro, 2014

img
O Museu do Fado apresenta uma mostra dedicada ao compositor Frederico Valério, por ocasião do centenário do seu nascimento.

Frederico Valério (1913-1982) é amplamente reconhecido como um dos mais talentosos e prolíficos compositores portugueses. Precursor do Fado-Canção moderno, foi autor de um vasto número de composições que se tornaram referências incontornáveis nos repertórios do teatro musicado e do fado.

O seu percurso profissional iniciou-se em 1932, com a revista “Feira da Alegria”, e em poucos anos afirmou-se como um dos mais prestigiados compositores da época, em paralelo com Raúl Portela, Raúl Ferrão ou Frederico de Freitas. “Mãos Sujas” e “Soldado do Fado”, ambos interpretados por Hermínia Silva na revista “Chuva de Mulheres” (1937), são exemplos do sucesso das suas composições.

No início da década de 40, o seu trajecto musical cruzou-se com o de Amália Rodrigues, para quem compôs alguns dos seus maiores êxitos deste período – “Ai Mouraria”, “Fado do Ciúme”, “Fado Malhoa”, “Que Deus me perdoe”, entre outros. 

Em 1947 fez a sua primeira incursão pelo cinema, sector no qual voltou a evidenciar o seu brilhantismo como compositor musical.

Não obstante o enorme sucesso alcançado em Portugal, decidiu rumar aos Estados Unidos da América em 1948. Neste período de actividade no prestigiado mercado musical norte-americano, o maestro português registou um sucesso sem precedentes. Primeiro ao atingir o número 1 do Hit Parade, com o tema “Don’t Say Goodbye”, e mais tarde ao assinar dois musicais na conceituada Broadway: “On with the Show” e “Hit the Trail” (1954). Do seu ilustre currículo internacional consta ainda a gravação de temas com enorme popularidade em países como o Brasil, a Alemanha, a França e a Inglaterra.

De regresso a Portugal, e até ao final da sua carreira, ainda compôs para Simone de Oliveira, Helena Tavares e Cidália Moreira. 

 

 

 

Foto: José Frade | Museu do Fado

Foto: José Frade | Museu do Fado

Foto: José Frade | Museu do Fado

Carolina, José Pracana, Dinis Raposo e João Nunes; Foto: José Frade | Museu do Fado

José Pracana e Dinis Raposo; Foto: José Frade | Museu do Fado

Carolina, José Pracana, Dinis Raposo e João Nunes; Foto: José Frade | Museu do Fado